Showing 1-20 of 38 items.

Quanto aos incrédulos, que desencaminham os demais da senda de Deus, Ele desvanecerá as suas ações.

Outrossim, quanto aos fiéis, que praticam o bem e crêem no que foi revelado a Mohammad - esta é a verdade do seuSenhor - Deus absolverá as suas faltas e lhes melhorará as condições.

(Isso não ocorrerá com os incrédulos) porque os incrédulos seguem a falsidade, enquanto os fiéis seguem a verdade doseu Senhor. Assim Deus evidencia os Seus exemplos aos humanos.

E quando vos enfrentardes com os incrédulos, (em batalha), golpeai-lhes os pescoços, até que os tenhais dominado, etomai (os sobreviventes) como prisioneiros. Libertai-os, então, por generosidade ou mediante resgate, quando a guerra tiverterminado. Tal é a ordem. E se Deus quisesse, Ele mesmo ter-Se-ia livrado deles; porém, (facultou-vos a guerra) para quevos provásseis mutuamente. Quanto àqueles que foram mortos pela causa de Deus, Ele jamais desmerecerá as suas obras.

Iluminá-los-á e melhorará as suas condições,

E os introduzirá no Paraíso, que lhes tem sido anunciado.

Ó fiéis, se socorrerdes á Deus, Ele vos socorrerá e firmará os vosso passos.

Enquanto que os incrédulos...ai dele! Ele desvanecerá as sua ações.

Isso, por terem recusado o que Deus revelou; então, Ele tornará as suas obras sem efeito.

Porventura, não percorreram a terra, para ver qual foi a sorte dos seus antecessores? Deus os exterminou! Semelhantesorte haverá para os incrédulos.

(Tal não ocorrerá aos fiéis) porque Deus é o protetor dos fiéis, e os incrédulos jamais terão protetor algum.

Em verdade, Deus introduzirá os fiéis, que praticam o bem, em jardins, abaixo dos quais correm os rios; quanto aosincrédulos, que comem como come o gado, o fogolhes servirá de morada.

E quantas cidades, mais poderosas do que a tua, que te expulsou, destruímos, sem que ninguém tivesse pedidosocorrê-las!

Porventura, aqueles que observam a evidência do seu Senhor poderão ser equiparados àqueles cujas ações foramabrilhantadas e que se entregaram às suas luxúrias?

Eis aqui uma descrição do Paraíso, que foi prometido aos tementes: Lá há rios de água impoluível; rios de leite de saborinalterável; rios de vinho deleitante para os que o bebem; e rios de mel purificado; ali terão toda a classe de frutos, com aindulgência do seu Senhor. Poderá isto equipar-se ao castigo daqueles que permanecerão eternamente no fogo, a quem serádada a beber água fervente, a qual lhes dilacerará as entranhas?

E entre eles, há os que te escutam e, ao se retirarem da tua assembléia, dizem, àqueles, que foram agraciados com a sabedoria: Que é que foi dito agora? Tais são osque têm os seus corações sigilados por Deus, porque se entregam às suas luxúrias!

Por outra, quanto àqueles que os orientam, Ele lhes aumenta a orientação e lhes concede piedade.

Porventura, aguardam algo, a não ser a Hora, que os açoutará subitamente? Já lhes chegaram os indícios. De que lhesservirá lhes ser recordado aquilo que os surpreenderá?

Sabe, portanto, que não há mais divindade, além de Deus e implora o perdão das tuas faltas, assim como das dos fiéis edas fiéis, porque Deus conhece as vossas atividades e os vossos destinos.

Os fiéis dizem: Por que não nos foi revelada uma surata? Porém, quando é revelada uma surata peremptória, em que semenciona o combate, tu vês os que abrigam a morbidez em seus corações, que te olham com olhares de quem está na agoniada morte. É melhor para eles.