Showing 1-20 of 52 items.

Nun, Pelo cálamo e pelo que com ele escrevem,

Que tu (ó Mensageiro) não és, pela graça do teu Senhor, um energúmeno!

Em verdade, ser-te-á reservada uma infalível recompensa.

Porque és de nobilíssimo caráter.

Logo verás e eles também verão,

Quem, dentre vós, é o aflito!

Em verdade, teu Senhor é o mais conhecedor de quem se desvia da Sua senda, assim como é o mais conhecedor dos encaminhados.

Não dês, pois, ouvidos aos desmentidores,

Porque anseiam para que sejas flexível, para o serem também.

E jamais escutes a algum perjuro desprezível,

Detrator, mexeriqueiro,

Tacanho, transgressor, pecador,

Grosseiro e, ademais, intruso.

Ainda que possua bens e (numerosos) filhos,

Aquele que, quando lhe são recitados os Nossos versículos, diz: São fábulas dos primitivos,

Marcá-lo-emos no nariz!

Por certo que os provaremos (o povo de Makka) como provamos os donos do pomar, ao decidirem colher os seus frutos ao amanhecer,

Sem a invocação (do nome de Deus).

Porém, enquanto dormiam, sobreveio-lhes uma centelha do teu Senhor.

E, ao amanhecer, estava (o pomar) como se houvesse sido ceifado.