Showing 1-20 of 26 items.

Porventura, chegou-te a notícia do evento assolador?

Haverá rostos humildes, nesse dia,

Fatigados, abatidos,

Chamuscados, pelo fogo abrasador!

Ser-lhes-á dado a beber de um manancial fervente;

Não terão, por alimento, nada além de frutos amargos e espinhosos,

Que não os alimentará, nem lhes saciarão a fome!

(Outros) rostos, nesse dia, estarão calmos,

Contentes, por seus (passados) esforços;

Estarão em um jardim suspenso,

Onde não ouvirão futilidade alguma;

Nele haverá um manancial fluente,

Nele haverá leitos elevados,

E taças, ao alcance da mão.

E almofadas enfileiradas,

E tapetes de seda estendidos.

Porventura, não reparam nos camelídeos, como são criados?

E no céu, como foi elevado?

E nas montanhas, como foram fixadas?

E na terra, como foi dilatada?